Em formação

Mudar o bebê do berço para a cama

Mudar o bebê do berço para a cama

É muito comum, depois que o bebê começa a dar os primeiros passos, que sua agilidade seja redobrada. Nesta fase, o bebê experimentará uma liberdade de movimentos muito maior, o que lhe dará mais curiosidade sobre outras coisas e outros lugares da casa, a ponto de poder sair sozinho do berço.

Seu desenvolvimento é o que o levará a mudar do berço para a cama. Mudança que, via de regra, costuma ocorrer aos dois ou dois anos e meio, ou quando a criança sente que o berço não tem mais tanto espaço para ela dormir e se esticar.

Muitas crianças, especialmente aquelas com irmãos mais velhos, muitas vezes dão esse grande passo, mesmo antes de dois anos, pelo simples desejo de imitar, querer fazer e se comportar como o irmão mais velho. Eles são mais encorajados a escalar este grande trampolim para a independência.

Outras crianças, ao contrário, mesmo que gostem de ficar em camas grandes como a dos pais, e até aceitem a ideia de ir dormir numa cama só para ele, eles resistem em sair do berço. Essa é uma reação muito normal, pois foi no berço onde aprendeu a adormecer, onde se sente protegido, vestido e mais seguro. O berço foi sua primeira 'toca'.

Para encorajar e estimular uma criança a aceitar uma mudança nada melhor do que permitem que você participe da tomada de algumas decisões. No caso da cama, o ideal é deixá-lo colaborar em tudo que se refere à cama nova. A criança poderá ajudar na escolha de sua nova cama, escolher as cores e padrões dos novos lençóis etc., ajudar na desmontagem do berço e saber onde vai guardá-lo, e assim por diante.

Dependendo da criança, há casos em que é necessário um período de adaptação, ou seja, que a criança gradualmente se acostuma com a nova situação. Enquanto ele continua a dormir à noite em seu berço, deixe-o brincar ou tirar uma soneca na cama até que se sinta mais seguro e faça a mudança definitiva. Ao mesmo tempo, é necessário explicar os motivos da mudança, sempre avaliando seu crescimento e tamanho. E como se não bastasse, não se esqueça de levar para a cama a boneca, manta ou brinquedo com que dormiu no berço.

Não existe uma cama ideal para crianças no mercado. A cama ideal é aquela que se adapta ao crescimento do seu filho e ao espaço que dispõe no seu quarto, que o seu preço está dentro das expectativas e que é funcional. Porém, ao escolher a cama do seu filho, lembre-se de algumas dicas para a segurança dele:

1- Que a cama não tenha cantos vivos que possam prejudicar a criança.
2- Que seja colocada grade da cama em um ou ambos os lados, para evitar que a criança corra o risco de cair.
3- Que a cabeceira da cama seja o mais simples possível, evitando grades que ofereçam perigo à criança
4- Que entre a cama e o colchão não haja espaços onde a criança possa apertar a mão ou o pé.
5- Que a cama não seja muito alta para evitar riscos de pancada nas crianças.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Mudar o bebê do berço para a cama, na categoria de sono infantil no local.


Vídeo: Transição do Berço para a Cama. Mães Atuais (Janeiro 2022).