Em formação

O olho e a câmera dos pais sempre nos filhos

O olho e a câmera dos pais sempre nos filhos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A moda de registrar e fotografar o cotidiano, cada atividade, cada movimento dos filhos, já é um hábito 'viral' entre os pais. Quando minha filha era pequena ainda não havia o conforto e as facilidades do digital, mas ainda adorava tirar fotos dela quando ela sorria, quando colocava um vestido novo, quando adormecia, comia, dançava, brincava ...

Hoje, quando folheio seus álbuns de fotos, fico babando. Mas, atenção, o de ter um álbum de família ao longo da vida em casa desapareceu e foi transferido para as redes sociais, com a diferença que hoje as fotos são vistas por todos e não apenas pelos familiares.

O que nos motiva a ter filhos, sempre que possível, sob o olhar de um smartphone ou de uma câmera fotográfica ou de vídeo? No meu caso, o que me animou foi poder enviar fotos e vídeos aos parentes mais distantes e compartilhar com eles o crescimento e desenvolvimento da minha filha, por e-mail. Temos fotos e alguns vídeos de todas as suas festas de aniversário, suas primeiras colheradas, seus primeiros passos, seu primeiro doodle ... Os avós nos agradecem até hoje.

Por outro lado, as imagens que gravamos dos nossos filhos são uma boa forma de documentar o seu desenvolvimento. Muitas vezes, peguei minha filha folheando álbuns de fotos de quando era pequena. Ele sempre amou! Ela não me conta, mas acho que está procurando histórias de sua vida, momentos para revivê-las e ensiná-las aos amiguinhos.

Para mim, em particular, a fotografia é um hobby e uma forma de registrar momentos que me permitem revivê-los continuamente. A fotografia é como o primeiro dente da criança com o qual a mãe faz um enfeite para usar no pescoço, ou como as fotos digitais da criança que alguns pais emolduraram e penduraram na parede. Ou mesmo a primeira mecha de cabelo que outros pais costumam manter.

Por um lado, existe o prazer de guardar uma memória ou um momento do seu filho, mas onde estão os limites? Tem pais que compartilham tudo nas redes, a mãe nascida viva, filhos no penico, bebês pelados no primeiro banho ... São tantos, tantos momentos que merecem ser retratados, né? mas é preciso pisar no freio, conhecer e considerar os riscos envolvidos no compartilhamento de fotos de crianças nas redes sociais. Como o vês?

Você pode ler mais artigos semelhantes a O olho e a câmera dos pais sempre nos filhos, na categoria Ser mães e pais no local.


Vídeo: Clonando whatsapp: método mais fácil e quem está clonado não percebe (Pode 2022).


Comentários:

  1. Brett

    Diga-me, por favor - onde eu posso aprender mais sobre isso?

  2. Kenan

    tudo isso é dinâmico e muito positivo

  3. Moogutilar

    E o que neste caso?

  4. Guifford

    Bravo, seu pensamento é muito bom

  5. Jonn

    Na minha opinião isso é óbvio. Eu recomendo para você procurar no google.com

  6. Jirair

    Eu não consigo me lembrar.

  7. Faemuro

    Como se costuma dizer .. não dê não tomar, transcrição!

  8. Tojazil

    Eu acho que você não está certo. Entre, vamos discutir isso. Escreva-me em PM.



Escreve uma mensagem